Nome químico    

Número CAS

Exposição de Curto Prazo do ICSC

Exposição de Longo Prazo do ICSC

Rotas de exposição e sintomas do ICSC

Órgãos-alvo do NIOSH dos EUA e rotas de entrada

Sintomas do NIOSH dos EUA

PERÓXIDO DE BENZOÍLA 94-36-0

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: vermelhidão

Olhos: vermelhidão

Ingestão: dor abdominal,

Pele; sistema resp; olhos Inh; ing; vigarista

Olhos irritados, pele, membros mucosos; sens derm

tert-BUTIL HIDROPERÓXIDO 75-91-2

olhos; pele; trato respiratório

Inalação: sensação de queimação, tosse, dificuldade para respirar

Pele: vermelhidão, dor, bolhas

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: cólicas abdominais, sensação de queimação, fraqueza

HIDROPERÓXIDO DE CUMENO 80-15-9

olhos; pele; resp trato; pulmões

Inalação: sensação de queimação, tosse, dificuldade para respirar

Pele: vermelhidão, queimaduras na pele, dor

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: dor abdominal, sensação de queimação

PERÓXIDO DE DODECANOÍLA 105-74-8

olhos; resp trato; pulmões

PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO 7722-84-1

Inalação: corrosivo, tosse, tontura, dor de cabeça, respiração difícil, náusea, falta de ar, dor de garganta, sintomas podem ser retardados

Pele: corrosivo, vermelhidão, queimaduras na pele, dor

Olhos: corrosivos, vermelhidão, dor, visão turva, queimaduras profundas graves, ulceração da córnea, perfuração

Ingestão: dor abdominal, náusea, dor de garganta, vômito, distensão abdominal

Pele; sistema resp; olhos Inh; ing; vigarista

Irritar os olhos, nariz, garganta; úlcera de milho; eritema, pele vesica; descolorir o cabelo

 

Voltar

Fórmula química

Produtos Químicos

Sinônimos
Código ONU

Número CAS

94360

PERÓXIDO DE BENZOIL

BPO;
Benoxilo;
peróxido de ácido benzóico;
benzoperóxido;
benzoíla;
superóxido de benzoíla;
Loção de peróxido de benzoíla Clearasil;
Tratamento de acne Clearasil BP

94-36-0

75912

tert-BUTIL HIDROPERÓXIDO

Cadox TBH;
hidroperóxido de 1,1-dimetiletilo;
Perbutil H

75-91-2

80159

HIDROPERÓXIDO DE CUMENO

hidroperóxido de cumenilo;
hidroperóxido de cumilo;
hidroperóxido de a-cumilo;
hidroperóxido de a,a-dimetilbenzilo;
Hidroperóxido de isopropilbenzeno

80-15-9

80433

PERÓXIDO DE DICUMILA

80-43-3

105646

PEROXIDICARBONATO DE DIISOPROPILA

105-64-6

105748

PERÓXIDO DE DODECANOÍLA

peróxido de dilauroílo;
peróxido de dilauril;
DYP-97F;
Laurax;
peróxido de lauroílo;
Laurydol;
Peróxido, bis(1-oxododecil)-

105-74-8

7722841

PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO

Dióxido de hidrogênio;
peroxano;
Peróxido
UN2015

7722-84-1

 

Voltar

Nome químico
Número CAS

Cor/forma

Ponto de Ebulição (°C)

Ponto de Fusão (°C)

Peso molecular

Solubilidade em Água

Densidade relativa (água = 1)

Densidade relativa de vapor (ar = 1)

Pressão de Vapor/ (Kpa)

Inflamar.
Limites

Ponto de inflamação (°C)

Ponto de Ignição Automática (°C)

p-tert-BUTILFENOL
98-54-4

237

98

150.21

sol

@ 80°C

4-tert-BUTILPIROCATECOL
98-29-3

285

53.5

166.21

CATECOL
120-80-9

comprimidos monoclínicos, prismas de tolueno; cristais incolores; cristais incolores, descoloridos para castanhos quando expostos ao ar e à luz, especialmente quando húmidos

245

105

110.11

v sol

1.344

3.79

3x
10- 2 mm Hg

127 DC

510

p-CLORO-m-CRESOL
59-50-7

cristais dimorfos; agulhas de éter de petróleo; cristais brancos ou levemente rosados

235

67

142.58

sl sol

2-CLOROFENOL
95-57-8

líquido âmbar claro; líquido incolor a marrom amarelo

174.9

9.3

128.6

sl sol

1.2634

4.4

0.23

64 DC

3-CLOROFENOL
108-43-0

agulhas; cristais brancos

214

33

128.6

sl sol

@25ºC

@ 44.2ºC

> 112

4-CLOROFENOL
106-48-9

cristais em forma de agulha, brancos a cor de palha; cristais rosa

220

43

128.6

sl sol

@ 78 ºC/4 ºC

4.43

13 Pa

121 DC

CRESOL, TODOS OS ISOMEROS
1319-77-3

líquido incolor, amarelado, amarelo-acastanhado ou rosado

191-203

11-35

108.13

Peças 50

@ 25 °C/ 25 °C

3.72

@ 25°C

1.1ll
? ul

43-82

559

o-CRESOL-
95-48-7

composto cristalino incolor; cristais/líquidos brancos

191

31

108.1

sol

1.047

3.72

@ 25°C

1.35ll
? ul

81 DC

599

m-CRESOL
108-39-4

líquido incolor ou amarelado

202

12

108.1

sl sol

1.034

3.72

@ 25°C

1.1ll
? ul

86 DC

558

p-CRESOL
106-44-5

cristais; prismas; incolor; cristais brancos; massa cristalina

201.9

35

108.13

sl sol

1.0178

3.72

@ 25°C

1.1ll
? ul

86 DC

559

2,6-DI-tert-BUTILO-p-CRESOL
128-37-0

sólido cristalino branco; pó cristalino amarelado pálido

265

70

220.34

palmilha

1.048

7.6

127 DC

2,6-DI-tert-BUTILFENOL
128-39-2

133

39

206.31

2,4-DICLOROFENOL
120-83-2

cristais incolores; agulhas hexagonais de benzeno; sólido branco

210

45

163.00

sl sol

@ 60 ºC/25 ºC

5.62

@ 25.0ºC

114

2,5-DICLOROFENOL
583-78-8

prismas de benzeno e éter de petróleo

@ 744 mm Hg

59

163.0

sl sol

5.6

@ 25ºC

3,5-DICLOROFENOL
591-35-5

prismas de éter de petróleo

@ 757 mm Hg

68

163.00

sl sol

5.6

@ 25ºC

2,4-DIMETILFENOL
105-67-9

cristais; agulhas de água; agulhas incolores

@ 766 mm Hg

25.4-26

122.16

sl sol

0.9650

@ 92.3°C

DINITRO-o-CRESOL
534-52-1

312

87

198.13

sl sol

6.8

@ 25°C

HIDROQUINONA
123-31-9

prismas hexagonais incolores; cristais brancos; prismas monoclínicos (sublimação); agulhas de água; prismas de metanol

285-287

172

110.11

sol

1.332

3.81

0.12 Pa

165

515

2-HIDROXIBIFENIL
90-43-7

agulhas de éter de petróleo; cristais rosados; cristais brancos e escamosos; cristais incolores

286

59

170.20

palmilha

@ 25°C/4°C

@ 163°C

124 DC

530

4-METOXIFENOL
150-76-5

placas de água; sólido ceroso branco

243

57

124.14

sol

1.55

132 oc

421

NONILFENOL, TODOS OS ISOMEROS
25154-52-3

líquido espesso amarelo claro, cor de palha

293-297

-10

220.39

palmilha

0.950

7.59

<0.01

1.0ll
? ul

140 DC

370

PENTACLOROFENOL
87-86-5

cristais incolores (puros); pó ou flocos acinzentados escuros (produto bruto); grânulos sólidos ou flocos; monoclínico branco, sólido cristalino; cristais em forma de agulha

309-310

190-191

266.3

sl sol

@ 22 ºC/4 ºC

9.20

0.02 Pa

PENTACLOROFENOL, SAL DE SÓDIO
131-52-2

flocos de cor amarela; pó branco ou castanho

288.34

@ 25ºC

FENOL
108-95-2

cristais aciculares incolores ou massa cristalina branca; cristais incolores a rosa claro, entrelaçados ou separados, em forma de agulha, ou uma massa cristalina rosa claro

181.8

43

94.11

sol

1.0576

3.24

47 Pa

1.7ll
8.6 ul

79 DC

715

ÁCIDO PIROGÁLICO
87-66-1

cristais brancos; ortorrômbica; folhetos ou agulhas de benzeno

309

133

126.11

v sol

1.45

@ 168°C

RESORCINOL
108-46-3

cristais brancos em forma de agulha; agulhas de benzeno; placas de água; tabuletas e pirâmides rômbicas; pó

280

111

110.11

sol

1.2717

1.0739

@ 108.4°C

@ 200 °C ll

2,3,4,6-TETRACLOROFENOL
58-90-2

agulhas de ligroína, ácido acético; flocos marrons ou massa sublimada; massa marrom clara

@ 15 mm Hg

70

231.89

palmilha

@ 25 ºC/4 ºC

@ 100.0ºC

2,3,5,6-TETRACLOROFENOL
935-95-5

folha, de ligroína

288

115

231.89

sl sol

1.7

8.1

<10 Pa

4,4'-THIO-BIS-(6-tert-BUTIL-M-CRESOL)
96-69-5

pó cinza claro; cristais brancos finos

150

358.58

0.08%

2,3,4-TRICLOROFENOL
15950-66-0

pó branco ou agulhas

83.5 sublimes

197.5

2,3,5-TRICLOROFENOL
933-78-8

cristais incolores

248-249

62

197.4

palmilha

6.8

2,3,6-TRICLOROFENOL
933-75-5

agulhas de álcool diluído, éter de petróleo; agulhas incolores

253

58

197.44

sl sol

1.5

6.82

78

2,4,5-TRICLOROFENOL
95-95-4

agulhas de álcool ou ligroína; flocos cinzentos em massa sublimada; agulhas incolores

253

67

197.4

sl sol

@ 25 ºC/4 ºC

@ 25ºC

2,4,6-TRICLOROFENOL
88-06-2

cristais de ligroína; flocos amarelos; agulhas rômbicas de ácido acético; agulhas incolores

246

69

197.45

@ 25ºC

1.4901

6.8

@ 76.5ºC

 

Voltar

Nome químico
Número CAS

Físico

Produtos Químicos

Classe ou Divisão da ONU / Riscos Subsidiários

CATECOL
120-80-9

Na combustão, forma vapores ácidos e irritantes • Reage com oxidantes

p-CLORO-m-CRESOL
59-50-7

6.1

2-CLOROFENOL
95-57-8

O vapor é mais pesado que o ar

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo vapores tóxicos e corrosivos (ácido clorídrico, cloro) • Reage com oxidantes

6.1

3-CLOROFENOL
108-43-0

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo vapores tóxicos e corrosivos (ácido clorídrico, cloro) • Reage com oxidantes

4-CLOROFENOL
106-48-9

O vapor é mais pesado que o ar

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo vapores tóxicos e corrosivos (ácido clorídrico, cloro) • Reage com oxidantes

6.1

CRESOL, TODOS OS ISOMEROS
1319-77-3

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo ácidos e bases fortes, causando risco de incêndio e explosão • Ataca muitos metais

6.1 / 8

o-CRESOL
95-48-7

Por combustão, forma vapores tóxicos • Reage violentamente com agentes oxidantes fortes, causando risco de incêndio e explosão • Facilmente oxidado em exposição ao ar

6.1 / 8

m-CRESOL
108-39-4

A substância se decompõe ao queimar produzindo vapores tóxicos e irritantes • Reage com oxidantes fortes

6.1 / 8

p-CRESOL
106-44-5

Por combustão, forma vapores tóxicos • Reage violentamente com agentes oxidantes fortes, causando risco de incêndio e explosão

6.1 / 8

2,6-DI-tert-BUTILO-p-CRESOL
128-37-0

A substância se decompõe ao aquecer e ao entrar em contato com materiais oxidantes

2,4-DICLOROFENOL
120-83-2

O vapor é mais pesado que o ar

Em combustão, forma gás corrosivo (cloreto de hidrogênio) • Reage violentamente com oxidantes fortes • Emite fumaça tóxica em caso de incêndio

6.1

2,5-DICLOROFENOL
583-78-8

A substância se decompõe ao queimar produzindo gases irritantes e venenosos • Reage com oxidantes, cloretos ácidos, anidridos ácidos

6.1

3,5-DICLOROFENOL
591-35-5

A substância se decompõe ao queimar produzindo gases irritantes e venenosos, cloretos ácidos, anidridos ácidos • Reage com oxidantes

6.1

2,4-DIMETILFENOL
105-67-9

6.1

DINITRO-o-CRESOL
534-52-1

6.1

HIDROQUINONA
123-31-9

Explosão de poeira possível se em forma de pó ou granulado, misturado com ar

Reage violentamente com hidróxido de sódio

6.1

2-HIDROXIBIFENIL
90-43-7

Explosão de poeira possível se em forma de pó ou granulado, misturado com ar

Produz monóxido de carbono, fumaça acre e vapores irritantes • Reage com bases fortes e oxidantes fortes

PENTACLOROFENOL
87-86-5

A substância se decompõe ao aquecer acima de 200 °C, produzindo vapores tóxicos e gases tóxicos, incluindo cloreto de hidrogênio, dioxinas, fenóis clorados • Reage violentamente com oxidantes fortes e água, causando risco de incêndio e explosão

6.1

PENTACLOROFENOL, SAL DE SÓDIO
131-52-2

Em contato com superfícies quentes ou chamas, esta substância se decompõe formando cloreto de hidrocarbonetos, fenóis clorados, monóxido de carbono e Na2O • Reage com oxidantes fortes causando risco de incêndio e explosão

6.1

FENOL
108-95-2

O vapor é mais pesado que o ar e pode deslocar-se ao longo do solo; ignição distante possível

Pode explodir sob aquecimento acima de 78 °C • Em combustão, forma fumaça tóxica (monóxido de carbono) • Sob aquecimento, fumaça tóxica é formada • A solução em água é um ácido fraco • Reage com oxidantes causando risco de incêndio e explosão

6.1

ÁCIDO PIROGÁLICO
87-66-1

Ao aquecer, formam-se vapores tóxicos • A substância é um ácido fraco • Reage com oxidantes e bases

RESORCINOL
108-46-3

6.1

2,3,4,6-TETRACLOROFENOL
58-90-2

6.1

2,3,5,6-TETRACLOROFENOL
935-95-5

O vapor é mais pesado que o ar

A substância se decompõe ao aquecer e ao entrar em contato com oxidantes fortes, produzindo vapores e vapores tóxicos e irritantes, como cloreto de hidrogênio, fosgênio • A substância é um ácido fraco

6.1

2,3,4-TRICLORO FENOL
15950-66-0

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo monóxido de carbono, cloreto de hidrogênio • Reage com oxidantes, anidridos ácidos e cloretos ácidos

2,3,5-TRICLORO FENOL
933-78-8

A substância se decompõe por aquecimento, queima e contato com oxidantes fortes produzindo vapores e fumaças tóxicos e irritantes (cloreto de hidrogênio e fosgênio) • A substância é um ácido fraco • Reage com oxidantes fortes

2,3,6-TRICLOROFENOL
933-75-5

Pode explodir sob aquecimento • A substância se decompõe sob aquecimento, em contato com oxidantes fortes produzindo vapores e fumaças tóxicos e irritantes (cloreto de hidrogênio e fosgênio) • A substância é um ácido fraco • Reage com oxidantes fortes

2,4,5-TRICLOROFENOL
95-95-4

Pode explodir sob aquecimento para decomposição • A substância se decompõe sob aquecimento e em contato com oxidantes fortes produzindo vapores tóxicos e irritantes (cloro, ácido clorídrico) • A substância é um ácido fraco • Reage com oxidantes fortes • Reage em meio alcalino a altas temperaturas produzindo dioxinas cloradas altamente tóxicas

2,4,6-TRICLOROFENOL
88-06-2

Por combustão, forma fumos tóxicos (HCI, CO) • A substância decompõe-se por aquecimento ou queima produzindo fumos tóxicos e corrosivos (cloreto de hidrogénio e cloro) • Reage violentamente com oxidantes fortes

Para a classe ONU: 1.5 = substâncias muito insensíveis com risco de explosão em massa; 2.1 = gás inflamável; 2.3 = gás tóxico; 3 = líquido inflamável; 4.1 = sólido inflamável; 4.2 = substância susceptível de combustão espontânea; 4.3 = substância que em contato com a água emite gases inflamáveis; 5.1 = substância oxidante; 6.1 = tóxico; 7 = radioativo; 8 = substância corrosiva

 

Voltar

Sexta-feira, 12 agosto 2011 01: 20

Fenóis e compostos fenólicos: riscos à saúde

Nome químico    

Número CAS

Exposição de Curto Prazo do ICSC

Exposição de Longo Prazo do ICSC

Rotas de exposição e sintomas do ICSC

Órgãos-alvo do NIOSH dos EUA e rotas de entrada

Sintomas do NIOSH dos EUA

CATECOL 120-80-9

olhos; pele; resp trato; Tratos GI; SNC; sangue

pele

Inalação: tosse, respiração difícil

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão

Olhos: vermelhidão, queimaduras graves e profundas

Ingestão: dor abdominal, diarreia, vómitos,

Olhos; pele; sistema resp; SNC; rins Inh; abdômen; ing; vigarista

Irrita os olhos, a pele, o sistema respiratório; pele sensível, derme; lac, olhos queimados; convulsão, aumento da PA, lesão renal

p-CLOROFENOL 106-48-9

olhos; pele; resp. trato; SNC; bexiga

fígado; pulmões; rins; sangue; coração

Inalação: tosse, tontura, dor de cabeça, dificuldade para respirar, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão

Olhos: vermelhidão

Ingestão: dor abdominal

o-CRESOL 95-48-7

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC

pele; pulmões; fígado; rins

Inalação: sensação de queimação, tosse, dor de cabeça, respiração difícil, náusea, vômito

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, dor, bolhas

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: cólicas abdominais, sensação de queimação, colapso

Olhos, pele, sistema respiratório, SNC, fígado, rins, pâncreas, CVS Inh; abdômen; ing; vigarista

Olhos irritados, pele, membros mucosos; Efeitos no SNC: conf, depress, resp fail; disp, respiração rápida irregular, pulso fraco; olho, queimaduras na pele; derme; danos nos pulmões, fígado, rins, pâncreas

m-CRESOL 108-39-4

CNS

pele; pulmões; fígado; rins; SNC

Inalação: tosse, dor de cabeça, dificuldade para respirar, náusea, inconsciência

Pele: pode ser absorvido, aspereza

Olhos: queimaduras profundas graves

Ingestão: tontura, embotamento, dor de cabeça, inconsciência

Olhos; pele; sistema resp; SNC; fígado; rins; CVS; Inh do pâncreas; abdômen; ing; vigarista

Olhos irritados, pele, membros mucosos; Efeitos no SNC: conf, depress, resp fail; disp, respiração rápida irregular, pulso fraco; olho, queimaduras na pele; derme; danos nos pulmões, fígado, rins, pâncreas

p-CRESOL 106-44-5

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC

pele; pulmões; fígado; rins

Inalação: sensação de queimação, tosse, dor de cabeça, respiração difícil, náusea, vômito

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, dor, bolhas

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: cólicas abdominais, sensação de queimação, colapso

Olhos, pele; sistema resp; SNC; fígado; rins; pâncreas; CVS Inh; abdômen; ing; vigarista

Olhos irritados, pele, membros mucosos; Efeitos no SNC: conf, depress, resp fail; disp, respiração rápida irregular, pulso fraco; olho, queimaduras na pele; derme; danos nos pulmões, fígado, rins, pâncreas

CRESOL, TODOS OS ISOMEROS 1319-77-3

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC

pele; pulmões; rins; fígado

Inalação: confusão, tosse, tontura, dor de cabeça, falta de ar, dor de garganta, inconsciência, fraqueza, US NIOSH Os sintomas podem ser retardados

Pele: pode causar efeitos tóxicos dentro de 20-30 minutos após o contato com a pele, pode ser absorvido, vermelhidão, queimaduras graves na pele, dor

Olhos: irritação, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: dor abdominal, diarreia, vómitos

2,6-DI-tert-BUTILO-p-CRESOL 128-37-0

olhos; pele; trato respiratório

pele

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, dor

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal, diarreia, tontura, dor de cabeça, vômito

Olhos, pele Inh; ing; vigarista

Irritar os olhos, pele; em animais: diminui a taxa de crescimento, aumenta o peso do fígado

2,4-DICLOROFENOL 120-83-2

Ingestão: tontura, dor de cabeça, convulsão, mudança de temperatura corporal

2,5-DICLOROFENOL 583-78-8

olhos; pele; resp. trato

Inalação: ver ingestão

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, queimaduras na pele, dor

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: dor abdominal, sensação de queimação, diarreia, tontura, dor de cabeça, respiração difícil, náusea, vômito, fraqueza, perda de coordenação

3,5-DICLOROFENOL 591-35-5

pele; olhos; resp. trato

Inalação: ver ingestão

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, queimaduras na pele, dor

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal, sensação de queimação, diarreia, tontura, dor de cabeça, respiração difícil, náusea, vômito, fraqueza, perda de coordenação

DINITRO-o-CRESOL 534-52-1

CVS; sistema endócrino; olhos Inh; abdômen; ing; vigarista

Sensação de bem estar; cabeça, febre, moça, suor profusa, sede profusa, tacar, hiperpnéia, tosse, respiração curta, coma

HIDROQUINONA 123-31-9

olhos; pele; trato respiratório

pele

Inalação: tosse, respiração difícil

Pele: vermelhidão

Olhos: vermelhidão, dor, visão turva

Ingestão: pele azulada, tontura, dor de cabeça, náusea, falta de ar, convulsões, vômitos, zumbido nos ouvidos

Olhos; sistema resp; pele; CNS Inh; ing; vigarista

Olhos irritados, conj, kera; excitação do SNC; urina colorida, nau, tontura, sufocação, respiração rápida; contração muscular, delírio; colapso; skin irrit, sens, derm

2-HIDROXIBIFENIL 90-43-7

olhos; pele; trato respiratório

Inalação: ver ingestão

Pele: vermelhidão

Olhos: vermelhidão

Ingestão: cólicas abdominais, dor abdominal, tosse, respiração difícil

NONILFENOL, TODOS OS ISOMEROS 25154-52-3

olhos; pele; resp trato; pulmões

Inalação: sensação de queimação, tosse, dificuldade para respirar, dor de garganta, inconsciência

Pele: vermelhidão, queimaduras na pele, dor

Olhos: vermelhidão, dor, visão turva

Ingestão: dor abdominal, diarreia, náusea, dor de garganta

PENTACLOROFENOL 87-86-5

olhos; pele; resp. trato; pulmões; coração

pele; pulmões; fígado do SNC; rins

Inalação: tosse, tontura, sonolência, dor de cabeça, dificuldade para respirar, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, bolhas

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: cólicas abdominais, diarreia, náuseas, inconsciência, vómitos, fraqueza

CVS; sistema resp; olhos; fígado; rins; pele; CNSInh; abdômen; ing; vigarista

Irritar os olhos, nariz, garganta; espirro, tosse; fraco, anor, baixo peso; suor; cabeça, tontura; nau, vômito; disp, dor no peito; febre alta; derme

PENTACLOROFENOL, SAL DE SÓDIO 131-52-2

olhos; pele; resp. trato; pulmões

pele; SNC; pulmões; fígado; rins

Inalação: tosse, tontura, sonolência, dor de cabeça, transpiração, dificuldade para respirar, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, queimaduras na pele, sensação de queimação

Olhos: vermelhidão, dor, perda de visão

Ingestão: febre, transpiração, excitação, convulsão, coma

FENOL 108-95-2

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC; fígado; rins

pele; rins; fígado

Inalação: sensação de queimação, tosse, tontura, dor de cabeça, náusea, falta de ar, inconsciência, vômito, US NIOSH Os sintomas podem ser retardados

Pele: pode ser absorvido, queimaduras graves na pele, choque, colapso, coma, convulsão, efeito anestésico local, morte

Olhos: perda permanente da visão, queimaduras profundas graves

Ingestão: dor abdominal, convulsões, diarreia, choque ou colapso, dor de garganta, urina escura e esfumaçada,

Fígado; rins; pele; olhos, resp sys Inh; abdômen; ing; vigarista

Irritar os olhos, nariz, garganta; anor, baixo peso; fraco, dor muscular, dor; urina escura; ciano; fígado, danos nos rins; queimaduras na pele; derme; ocronose; tremor, convulsão, contração

ÁCIDO PIROGÁLICO 87-66-1

olhos; pele; resp trato; fígado; rins; sangue

pele

Inalação: lábios ou unhas azuis, pele azulada, tosse, tontura, dor de cabeça, respiração difícil, náusea, falta de ar, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, dor, descoloração local

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal, náusea, vômito, fraqueza

2,3,5,6-TETRACLOROFENOL 935-95-5

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, dor

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal, diarreia, tontura, dor de cabeça, náusea, fadiga, espasmos musculares, aumento da temperatura corporal e sudorese

2,3,5-TRICLOROFENOL 933-78-8

pele

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: vermelhidão, dor

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: convulsão, dor abdominal, diarreia, tontura, dor de cabeça, vômito, fraqueza, fadiga, espasmos musculares, aumento da temperatura corporal e sudorese

2,3,6-TRICLOROFENOL 933-75-5

olhos; pele; resp. trato

pele

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: vermelhidão, dor

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal, diarreia, tontura, dor de cabeça, vômito, fraqueza, fadiga, espasmos musculares, aumento da temperatura corporal e sudorese

2,4,5-TRICLOROFENOL 95-95-4

olhos; pele; resp. trato

pele; fígado; rins

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão

Olhos: vermelhidão, visão turva

Ingestão: dor abdominal, diarreia, tontura, dor de cabeça, vômito, fraqueza, fadiga, sudorese

2,4,6-TRICLOROFENOL 88-06-2

olhos; pele; resp. trato

fígado

Inalação: tosse

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão

Olhos: vermelhidão

Ingestão: diarreia, náuseas, vómitos, fraqueza

 

Voltar

Fórmula química

Produtos Químicos

Sinônimos
Código ONU

Número CAS

128370

2,6-DI-tert-BUTILO-p-CRESOL

2,6-Bis(1,1-dimetiletil)-4-metilfenol;
Hidroxitolueno butilado;
Butil-hidroxitolueno;
DBMP;
DBPC;
2,6-Di-tert-butil-1-hidroxi-4-metilbenzeno;
3,5-Di-terc-butil-4-hidroxitolueno;
2,6-Di-terc-butil-p-metilfenol;
2,6-Di-terc-butil-4-metilfenol;
4-Hidroxi-3,5-di-tert-butiltolueno

128-37-0

128392

2,6-DI-tert-BUTILFENOL

2,6-bis(tert-butil)fenol

128-39-2

98544

p-tert-BUTILFENOL

4-tert-Butilfenol;
4-(1,1-dimetiletil)fenol;
1-Hidroxi-4-tert-butilbenzeno;
Fenol, 4-(1,1-Dimetiletil)-;
PTBP

98-54-4

98293

4-tert-BUTIL PIROCATECOL

1,2-Benzenediol, 4-(1,1-Dimetiletil)-;
4-tert-butil-1,2-benzenodiol;
4-tert-Butilcatecol;
p-tert-Butilpirocatecol;
4-tert-Butilpirocatecol

98-29-3

120809

CATECOL

o-Benzenodiol;
1,2-Benzenodiol;
Catecol;
o-Dihidroxibenzeno;
1,2-Dihidroxibenzeno;
o-Dioxibenzeno;
o-Difenol;
o-Hidroquinona;
o-Hidroxifenol;
2-hidroxifenol;
o-Fenilenodiol

120-80-9

59507

p-CLORO-m-CRESOL

4-Cloro-m-cresol;
Clorocresol;
p-Clorocresol;
6-cloro-m-cresol;
2-Cloro-hidroxitolueno

59-50-7

95578

o-CLOROFENOL

2-Clorofenol

95-57-8

108430

m-CLOROFENOL

3-Clorofenol

108-43-0

106489

p-CLOROFENOL

4-Clorofenol

106-48-9

95487

o-CRESOL

2-Cresol;
o-Ácido cresílico;
1-hidroxi-2-metilbenzeno;
o-Hidroxitolueno;
2-hidroxitolueno;
o-Metilfenol;
2-Metilfenol;
o-Metilfenilol;
o-oxitolueno;
Fenol
UN2076

95-48-7

108394

m-CRESOL

3-Cresol;
m-Ácido cresílico;
1-hidroxi-3-metilbenzeno;
m-Hidroxitolueno;
3-hidroxitolueno;
m-Metilfenol;
3-Metilfenol
UN2076

108-39-4

106445

p-CRESOL

4-Cresol;
p-Ácido cresílico;
1-hidroxi-4-metilbenzeno;
p-Hidroxitolueno;
4-hidroxitolueno;
p-Metilhidroxibenzeno;
1-Metil-4-hidroxibenzeno;
p-Metilfenol;
4-Metilfenol
UN2076

106-44-5

1319773

CRESOL, TODOS OS ISOMEROS

ácido cresílico;
ácido cresílico;
Metilfenol;
Tecresol;
Ar-toluenol;
Tricresol
UN2022

1319-77-3

120832

2,4-DICLOROFENOL

2,4-DCP;
2,4-diclorohidroxibenzeno

120-83-2

583788

2,5-DICLOROFENOL

583-78-8

591355

3,5-DICLOROFENOL

591-35-5

105679

2,4-DIMETILFENOL

4,6-dimetilfenol;
1-hidroxi-2,4-dimetilbenzeno;
m-xilenol;
2,4-xilenol

105-67-9

534521

DINITRO-o-CRESOL

Dinitrocresol;
2,4-Dinitro-o-cresol;
4,6-Dinitro-o-cresol;
Dinitrodentroxal;
3,5-Dinitro-2-hidroxitolueno;
Dinitrol;
dinitrometil ciclohexiltrienol;
2,4-Dinitro-6-metilfenol;
DNOC;
2-Metil-4,6-dinitrofenol;
Nitrador
UN1598

534-52-1

123319

HIDROQUINONA

p-Benzenodiol;
1,4-Benzenodiol;
Benzohidroquinona;
Benzoquinol;
Dihidroxibenzeno;
p-Dihidroxibenzeno;
1,4-Dihidroxibenzeno;
p-dioxobenzeno;
p-Dioxibenzeno;
p-Hidroquinona
UN2662

123-31-9

90437

2-HIDROXIBIFENIL

o-Bifenilol;
2-Bifenilol;
o-Difenilol;
o-Hidroxidifenil;
2-hidroxidifenilo;
Ortohidroxidifenil

90-43-7

150765

4-METOXIFENOL

éter monometílico de hidroquinona;
p-Metoxifenol;
4-Metoxifenol;
MME;
Éter monometílico hidroquinona

150-76-5

25154523

NONIL FENOL, TODOS OS ISOMEROS

Hidroxilo não. 253

25154-52-3

87865

PENTACLOROFENOL

Dowcídio 7;
Dow pentaclorofenol DP-2 antimicrobiano;
Durotox;
PE 30;
1-hidroxipentaclorobenzeno;
Lauxtol;
Lauxtol A;
Liroprem

87-86-5

108952

FENOL

benzenol;
Ácido carbólico;
Hidroxibenzeno;
Monohidroxibenzeno;
Monofenol;
oxibenzeno;
ácido fênico;
álcool fenol;
hidrato de fenilo;
hidróxido de fenilo;
ácido fenílico;
álcool fenílico
UN1671
UN2312
UN2821

108-95-2

131522

PENTACLOROFENOL, SAL DE SÓDIO

Pentaclorofenato de sódio;
Pentaclorofenoxi sódico;
Pentafenato;
Pentaclorofenato de sódio;
Pentaclorofenol de sódio;
UN2567

131-52-2

87661

PIROGALOL

Benzeno, 1,2,3-trihidroxi-;
1,2,3-Benzenotriol;
Fouramina Brown AP;
Fourrina PG;
Fourrina 85;
ácido pirogálico;
1,2,3-Triidroxibenzeno

87-66-1

108463

RESORCINOL

m-Benzenodiol;
1,3-Benzenodiol;
m-Dihidroxibenzeno;
1,3-Dihidroxibenzeno;
m-Dioxibenzeno;
m-Hidroquinona;
3-hidroxiciclohexadien-1-ona;
m-Hidroxifenol;
3-hidroxifenol;
Fenol, m-hidroxi-
UN2876

108-46-3

935955

2,3,5,6-TETRACLOROFENOL

935-95-5

58902

2,4,5,6-TETRACLOROFENOL

Domicídio 6;
TCP;
2,3,4,6-Tetraclorofenol

58-90-2

96695

4,4'-TIÓBIS(6-tert-BUTILO-m-CRESOL)

Bis(3-tertsulfureto de -butil-4-hidroxi-6-metilfenil);
Bis(4-hidroxi-5-tertsulfureto de -butil-2-metilfenil);
4,4'-Tiobis(6-tert-butilo-m-cresol)

96-69-5

<15950660

2,3,4-TRICLOROFENOL

15950-66-0

933788

2,3,5-TRICLOROFENOL

933-78-8

88062

2,4,6-TRICLOROFENOL

88-06-2

95954

2,4,5-TRICLOROFENOL

colunossolo;
Dowcídio 2;
Domicídio 2;
Dowicídio B;
Nurelle;
Preventol I

95-95-4

933755

2,3,6-TRICLORO FENOL

933-75-5

1300716

XILENOL

Dimetilfenol;
Fenol, dimetil-
UN2261

1300-71-6

 

Voltar

Nome químico
Número CAS

Cor/forma

Ponto de Ebulição (°C)

Ponto de Fusão (°C)

Peso molecular

Solubilidade em Água

Densidade relativa (água = 1)

Densidade relativa de vapor (ar = 1)

Pressão de Vapor/ (Kpa)

Inflamar.
Limites

Ponto de inflamação (°C)

Ponto de Ignição Automática (°C)

FÓSFIDA DE CÁLCIO
1305-99-3

pó cristalino marrom-avermelhado ou pedaços cinza

1600

182.20

2.51

DIBUTIL FENIL FOSFATO
2528-36-1

líquido claro ligeiramente amarelo

131-132

286.34

sl sol

@ 25 °C/ 25 °C

@ 25°C

129 cc; 177 de outubro

DIBUTIL FOSFATO
107-66-4

líquido âmbar pálido

210.21

palmilha

1.06

1 mmHg

CLORETO DE DIETILTIOFOSFORIL
2524-04-1

líquido incolor a âmbar claro

> 110

<-75

188.62

palmilha

@ 25 °C/ 25 °C

@ 50°C

110

FOSFITO DE DIMETIL HIDROGÊNIO
868-85-9

móvel, líquido incolor

@ 25 mm Hg

110.05

sol

1.200

HEXAMETIL FOSFORAMIDA
680-31-9

líquido móvel incolor

233

5-7

179.24

misc

1.03

6.18

0.03 mmHg

FENILFOSFINA
638-21-1

160.5

110.09

@ 15°C

FOSFINA
7803-51-2

gás incolor

-87.7

-133

34.00

sl sol

0.75

1.17

3530

1.79ll
? ul

gás inflamável

100-150

FÓSFORO
7723-14-0

branco: sólido cristalino incolor ou branco, transparente; aparência cerosa; amarelo: branco a amarelo, macio, sólido ceroso; preto: forma cristalina polimórfica, ortorrômbica, forma amorfa; vermelho: pó vermelho a violeta; polimorfismo; violeta: violeta monoclínica

@200)

@43atm

30.9737

palmilha

Vermelho: 2.34; Violeta: 2.36; Preto: 2.70; Amarelo: 1.82

Vermelho: 4.77; Branco: 4.42

3.5 Pa

Vermelho: 260; branco: 30

PENTACLORETO DE FÓSFORO
10026-13-8

massa cristalina branca a amarelo pálido; cristais tetragonais

160

148

208.27

@ 296°C (GAS)

@ 55.5°C

PENTASULFETO DE FÓSFORO
1314-80-3

cristais amarelo-acinzentados; cristais triclínicos amarelo claro; flocos sólidos ou pó; cor cinza esverdeado

513-515

286-290

222.29

palmilha

@ 300°C

260-290 poeira; 275 líquido

PENTÓXIDO DE FÓSFORO
1314-56-3

cristais brancos monoclínicos ou pulverulentos; /existem/ várias modificações cristalinas e amorfas; forma comercial, hexagonal

300 sublimes

580-5

141.96

v sol

2.39

@ 384°C

TRICLORITO DE FÓSFORO
7719-12-2

incolor, claro, líquido

76

-112

137.35

Reage

@ 21°C

4.75

12.7

FOSFORIL-OXICLORETO
10025-87-3

incolor a amarelo claro, líquido oleoso

105.8

1.25

153.33

@ 25°C/4°C

5.3

@ 27.3°C

TRISULFETO DE TETRAFÓSFORO
1314-85-8

agulhas verde-amareladas, longas e rômbicas de benzeno

407.5

172.5

220.08

palmilha

2.03 @ 20 ºC/

100

TETRAPOTASSIUM PIROFOSFATO
7320-34-5

grânulos ou pó branco

1090

v sol

PIROFOSFATO DE TETRASÓDIO
7722-88-5

cristais; cristais incolores e transparentes ou pó branco

988

265.94

@ 0°C; 6.7 g/100 ml

2.534

CLORETO TIOFOSFÓRIO
3982-91-0

líquido incolor; cristaliza na forma alfa a -40.8 ºC ou na forma beta a -36.2 ºC

125

-35

169.41

decompõe

1.635

5.86

@ 25°C

TRIBUTIL FOSFATO
126-73-8

líquido incolor

289

<80

266.32

sol

@ 25 °C/ 25 °C

9.20

@ 177°C

146

410

FOSFATO DE TRICRESIL
1330-78-5

líquido praticamente incolor

420

@ 25°C

@ 25/25°C

410

ORDENAÇÃO-o-CRESIL FOSFATO
78-30-8

líquido incolor ou amarelo pálido

410

11

368.37

palmilha

1.1955

12.7

@ 265°C

225

385

TRIETIL FOSFATO
78-40-0

líquido; incolor

215.5

-56.4

182.16

sol

1.0695

6.28

@ 39.6°C

TRIETIL FOSFITO
122-52-1

líquido incolor

157.9

-112

166.16

palmilha

0.9629

0.6

52

250

TRIMETIL FOSFATO
512-56-1

líquido incolor

197.2

-46

140.08

v sol

1.2144

FOSFITO DE TRIMETIL
121-45-9

líquido incolor

111.5

124.08

1.0520

4.3

TRIFENIL FOSFATO
115-86-6

cristais de álcool absoluto-ligroína, prismas de álcool, agulhas de éter-ligroína; pó cristalino incolor; plaquetas brancas

@ 11 mm Hg

50

326.28

palmilha

@ 50°C/4°C

1.19

@ 193.5°C

TRIFENILFOSFINA
603-35-0

plaquetas monoclínicas ou prismas de éter; sólido cristalino branco

> 360

80.5

262.28

palmilha

@80 °C/4 °C

9.0

180 oc

TRIFENIL FOSFITO
101-02-0

sólido branco aquoso a amarelo pálido ou líquido oleoso

360

25

310.29

palmilha

1.1844

218 oc

TRIS-2,3-DIBROMOPROPILO FOSFATO
126-72-7

líquido viscoso amarelo pálido; líquido denso, quase incolor

FP 5.5

697.93

8.0 mg/l

@ 25°C

@ 25°C

TRIS(2-ETILHEXIL) FOSFATO
78-42-2

líquido viscoso

@ 5 mm Hg

-74

434.72

palmilha

0.926

14.95

@ 200°C

207

 

Voltar

Nome químico
Número CAS

Físico

Produtos Químicos

Classe ou Divisão da ONU / Riscos Subsidiários

FÓSFIDA DE CÁLCIO
1305-99-3

4.3 / 6.1

CLORETO DE DIETILTIOFOSFORIL
2524-04-1

A substância se decompõe ao aquecer produzindo vapores tóxicos •Ao aquecer, formam-se vapores tóxicos

8

FOSFINA
7803-51-2

O gás é mais pesado que o ar

A substância pode inflamar-se espontaneamente em contacto com o ar •Em combustão, forma fumos tóxicos de óxidos de fósforo •Reage com água, halogéneos, ácido nítrico, óxidos nitrosos, oxigénio, cobre, causando perigo de incêndio e explosão •Em contacto com o ar emite fumos tóxicos de óxidos de fósforo

6.1 / 2.1

FÓSFORO
7723-14-0

A substância pode inflamar-se espontaneamente em contacto com o ar produzindo fumos tóxicos (óxidos de fósforo) •Reage violentamente com oxidantes, halogéneos e enxofre, com perigo de incêndio e explosão •Reage com álcalis fortes libertando gás tóxico (fosfina)

4.2 / 6.1

OXICLORETO DE FÓSFORO
10025-87-3

8

PENTACLORETO DE FÓSFORO
10026-13-8

Ao queimar formam-se gases tóxicos •A solução em água é um ácido forte, reage violentamente com bases e é corrosiva •Reage com a água produzindo fumos de cloreto de hidrogénio e névoa de ácido fosfórico •Em contacto com o ar emite fumos corrosivos •Ataca plásticos e borracha

8

PENTASULFETO DE FÓSFORO
1314-80-3

4.3 / 4.1

PENTÓXIDO DE FÓSFORO
1314-56-3

A solução em água é um ácido forte, reage violentamente com bases e é corrosivo •Reage violentamente com ácido perclórico causando risco de incêndio e explosão •Reage violentamente com água formando ácido fosfórico com geração de calor •Na presença de água reage com metais formando inflamáveis ou gases venenosos (hidrogênio ou fosfina)

8

TRICLORITO DE FÓSFORO
7719-12-2

O vapor é mais pesado que o ar

Por combustão, forma vapores tóxicos, corrosivos e inflamáveis ​​de óxidos de fósforo, cloreto de hidrogênio, fósforo •A substância se decompõe por aquecimento e em contato com água produzindo vapores e gases ácidos tóxicos (fosfina) e é corrosiva para muitos metais •A substância é um oxidante forte e reage com materiais combustíveis e redutores •A solução em água é um ácido forte, reage violentamente com bases e é corrosivo para muitos metais •Reage violentamente com bases causando risco de incêndio e explosão •Reage com álcoois e fenóis •Em contato com ar emite vapores corrosivos •Ataca muitos metais formando gás combustível (hidrogênio) •Ataca muitos materiais

3 / 6.1

TRISULFETO DE TETRAFÓSFORO
1314-85-8

4.1

TETRAPOTASSIUM PIROFOSFATO
7320-34-5

A solução em água é uma base meio forte •Reage com ácidos fortes

PIROFOSFATO DE TETRASÓDIO
7722-88-5

Em combustão, forma gases tóxicos •A solução em água é uma base fraca •Reage com ácidos

CLORETO TIOFOSFÓRIO
3982-91-0

O vapor é mais pesado que o ar

A substância se decompõe em contato com água ou umidade produzindo ácido fosfórico, cloreto de hidrogênio, sulfeto de hidrogênio, que são tóxicos e inflamáveis ​​•Ao aquecimento, vapores tóxicos são formados •Reage com oxidantes fortes e álcoois •Ataca muitos metais na presença de água

8

TRIBUTIL FOSFATO
126-73-8

A substância se decompõe por aquecimento e queima produzindo vapores e gases tóxicos (óxidos de carbono e fósforo e fosfina) •Ataca algumas formas de plásticos, borracha e revestimentos

FOSFATO DE TRICRESIL
1330-78-5

6.1

ORDENAÇÃO-o-CRESIL FOSFATO
78-30-8

A substância se decompõe por aquecimento e queima produzindo fumaça tóxica (incluindo óxidos de fósforo) • Reage com oxidantes

6.1

TRIETIL FOSFITO
122-52-1

A substância se decompõe na queima produzindo fumaça tóxica • Reage com oxidantes e bases fortes

3

TRIMETIL FOSFATO
512-56-1

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo vapores tóxicos de POx

FOSFITO DE TRIMETIL
121-45-9

3

TRIFENIL FOSFITO
101-02-0

Por combustão, forma fumos tóxicos (POx) •A substância se decompõe por aquecimento ou queima produzindo fumaça tóxica (óxidos de fósforo) •Reage com oxidantes fortes

TRIFENILFOSFINA
603-35-0

Explosão de poeira possível se em forma de pó ou granulado, misturado com ar

A substância se decompõe sob aquecimento produzindo vapores altamente tóxicos de óxidos de fósforo e fosfina • Reage com ácidos fortes e oxidantes fortes

TRIS(2-ETILHEXIL) FOSFATO
78-42-2

A substância se decompõe ao aquecer produzindo fosfina, óxidos de fósforo • Reage com oxidantes fortes

Para a classe ONU: 1.5 = substâncias muito insensíveis com risco de explosão em massa; 2.1 = gás inflamável; 2.3 = gás tóxico; 3 = líquido inflamável; 4.1 = sólido inflamável; 4.2 = substância susceptível de combustão espontânea; 4.3 = substância que em contato com a água emite gases inflamáveis; 5.1 = substância oxidante; 6.1 = tóxico; 7 = radioativo; 8 = substância corrosiva

 

Voltar

Nome químico    

Número CAS

Exposição de Curto Prazo do ICSC

Exposição de Longo Prazo do ICSC

Rotas de exposição e sintomas do ICSC

Órgãos-alvo do NIOSH dos EUA e rotas de entrada

Sintomas do NIOSH dos EUA

DIBUTIL FOSFATO 107-66-4

Resp sys; pele; olhos Inh; ing; vigarista

Irrita os olhos, a pele, o sistema respiratório; cabeça

CLORETO DE DIETILTIOFOSFORIL 2524-04-1

olhos; pele; resp trato; pulmões

Inalação: sensação de queimação, confusão, tosse, tontura, dor de cabeça, náusea, falta de ar, dor de garganta, inconsciência, vômito, fraqueza, sintomas podem ser retardados

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, sensação de queimação, dor

Olhos: o vapor será absorvido, vermelhidão, dor, visão turva, perda de visão, queimaduras graves e profundas

Ingestão: confusão, diarreia, dor de cabeça, náusea, vômito

FOSFINA 7803-51-2

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC; sangue; fígado; rins; coração

Inalação: sensação de queimação, diarreia, tontura, embotamento, dor de cabeça, tremores, dificuldade para respirar, náusea, dor de garganta

Pele: vermelhidão, dor, em contato com o líquido: congelamento

Olhos: em caso de congelamento: vermelhidão, dor

Resp sys Inh; con (líquido)

Nau, vômito, dor abdominal, diarr; sede; aperto no peito, disp; dor muscular, calafrios; estupor ou síncope; edema pulmonar; liq: congelamento

FÓSFORO 7723-14-0

olhos; pele; resp trato; pulmões; fígado; rins

osso

Inalação: sensação de queimação, inconsciência, os sintomas podem ser retardados

Pele: queimaduras na pele, dor

Olhos: dor, perda de visão, queimaduras profundas graves

Ingestão: cólicas abdominais, inconsciência

Resp sys; fígado; rins; mandíbula; dentes; sangue; olhos; pele Inh; ing; vigarista

Irritar os olhos, respeitar; olho, queimaduras na pele; dor abdominal, nau, jaun; anemia; caquexia; dor de dente, pomada, dor na mandíbula, inchaço

PENTACLORETO DE FÓSFORO 10026-13-8

Inalação: sensação de queimação, tosse, falta de ar, vômito, sintomas podem ser retardados

Pele: pode ser absorvido, aspereza, queimaduras graves na pele

Olhos: dor, queimaduras profundas graves

Ingestão: cólicas abdominais, dor abdominal, sensação de queimação, fraqueza

Resp sys; olhos; pele Inh; ing; vigarista

Irrita os olhos, a pele, o sistema respiratório; bronze; derme

PENTASULFETO DE FÓSFORO 1314-80-3

Resp sys; SNC; olhos; pele Inh; ing; vigarista

Irrita os olhos, a pele, o sistema respiratório; apneia, coma, convulsão; conj pain, lac, photo, kerato-conj, corn vesic; tontura; cabeça; ftg; irrity, insom; dist GI

PENTÓXIDO DE FÓSFORO 1314-56-3

olhos; pele; resp trato; pulmões

Inalação: sensação de queimação, tosse, falta de ar

Pele: vermelhidão, queimaduras na pele, dor

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: dor abdominal, diarreia, náuseas, vómitos

TRICLORITO DE FÓSFORO 7719-12-2

Inalação: sensação de queimação, tosse, diarreia, tontura, dor de cabeça, falta de ar, dor de garganta, vômito

Pele: queimaduras graves na pele, dor, bolhas

Olhos: vermelhidão, visão turva, queimaduras profundas graves

Ingestão: sensação de queimação, dor de garganta,

Resp sys; olhos; pele Inh; ing; vigarista

Irritar os olhos, pele, nariz, garganta; edema pulmonar; olho, queimaduras na pele

TETRAPOTASSIUM PIROFOSFATO 7320-34-5

olhos; pele; resp trato; pulmões

Inalação: sensação de queimação, tosse, dificuldade para respirar

Pele: vermelhidão, dor, bolhas

Olhos: vermelhidão, dor, queimaduras graves e profundas

Ingestão: sensação de queimação, dor de garganta, cólicas abdominais, fraqueza

TETRASODIUM PYROPHOSPHATE 7722-88-5

olhos; pele; trato respiratório

Inalação: sensação de queimação, tosse

Pele: vermelhidão, dor

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: náuseas, vómitos, diarreia

Olhos; pele; resp sys Inh; ing; vigarista

Irritar os olhos, pele, nariz, garganta; derme

CLORETO DE TIOFOSFORIL 3982-91-0

olhos; pele; resp trato; pulmões

pulmões

Inalação: sensação de queimação, confusão, tosse, dor de cabeça, chiado, dificuldade para respirar, falta de ar, dor de garganta, inconsciência, vômito, fraqueza, sintomas podem ser retardados

Pele: pode ser absorvido, queimaduras na pele, dor

Olhos: dor, perda de visão, queimaduras profundas graves

Ingestão: cólicas abdominais, dor abdominal, sensação de queimação, confusão, tosse, dor de cabeça, náusea, falta de ar, dor de garganta, inconsciência, vômito

TRIBUTIL FOSFATO 126-73-8

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC

pele; sangue

Inalação: tontura, dor de cabeça, convulsões, respiração difícil, náusea, dor de garganta

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, aspereza, sensação de queimação

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: cólicas abdominais, diarreia, dificuldade para respirar, náusea, inconsciência, vômito, fraqueza, hipersalivação

Resp sys; pele; olhos Inh; ing; vigarista

Irrita os olhos, a pele, o sistema respiratório; cabeça; nau

ORDENAÇÃO-o-CRESIL FOSFATO 78-30-8

Inalação: dor de cabeça, náusea, vômito, dor muscular, os sintomas podem ser retardados

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal, náusea, vômito

PNS; CNS Inh; abdômen; ing; vigarista

dist GI; perineur; cãibras nas panturrilhas; pares nos pés ou nas mãos; pés fracos, pulso caído, para

TRIETIL FOSFITO 122-52-1

olhos; pele; resp trato; pulmões; SNC

Inalação: sensação de queimação, dor de cabeça, náusea, dor de garganta, sintomas podem ser retardados

Pele: pode ser absorvido, vermelhidão

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: dor abdominal

TRIMETIL FOSFATO 512-56-1

CNS

SNC; genes

TRIFENIL FOSFATO 115-86-6

Sangue; PNS Inh; ing

Pequenas alterações nas enzimas sanguíneas; em animais: músculo fraco, para

TRIFENILFOSFINA 603-35-0

olhos; pele; trato respiratório

Inalação: tosse, dor de garganta

Pele: vermelhidão

Olhos: vermelhidão, dor

Ingestão: tosse

TRIFENIL FOSFITO 101-02-0

olhos; pele; resp trato; SNC

Inalação: sensação de queimação, tosse, inconsciência irritante

Pele: vermelhidão, dor

Olhos: vermelhidão, dor

TRIS(2-ETILHEXIL FOSFATO) 78-42-2

pele

Pele: vermelhidão

Olhos: vermelhidão

 

Voltar

Fórmula química

Produtos Químicos

Sinônimos
Código ONU

Número CAS

1305993

FÓSFIDA DE CÁLCIO

Fotóforo de cálcio;
Fotóforo
UN1360

1305-99-3

107664

DIBUTIL FOSFATO

Fosfato de ácido dibutílico;
Hidrogenofosfato de dibutilo;
Fosfato de dibutilo;
Fosfato de dibutilo;
Ácido fosfórico, éster dibutílico

107-66-4

2528361

DIBUTIL FENIL FOSFATO

Dibutil fenil fosfato;
Ácido fosfórico, dibutil fenil éster

2528-36-1

2524041

CLORETO DE DIETILTIOFOSFORIL

o,o-Dietilfosforocloridotioato;
dietilclorotiofosfato;
ácido fosfonotioico, cloro, o,o-éster dietílico
UN2751

2524-04-1

868859

FOSFITO DE DIMETIL HIDROGÊNIO

óxido de bis(hidroximetil)fosfina;
óxido de dimetoxifosfina;
Fosfito de ácido dimetil;
Dimetil fosfito;
fosfonato de dimetilo;
Ácido dimetil fósforo;
Hidrogênio dimetil fosfito;
Ácido fosfônico, éster dimetílico

868-85-9

680319

HEXAMETIL FOSFORAMIDA

Hexametapol;
Hexametilfosforamida;
Triamida do ácido hexametilfosfórico;
Triamida hexametilfosfórica;
óxido de tris(dimetilamino)fosfina;
Tris(dimetilamino)óxido de fósforo

680-31-9

638211

FENILFOSFINA

fenilfosfina

638-21-1

7803512

FOSFINA

Gás-ex-B;
Fosfeto de hidrogênio;
Trihidreto de fósforo
UN2199

7803-51-2

7723140

FÓSFORO (vermelho)

Fósforo, amorfo
UN1338

7723-14-0

7719122

CLORETO DE FÓSFORO

Cloreto de fósforo;
Tricloreto de fósforo;
Triclorofosfina
UN1809

7719-12-2

1314563

ÓXIDO DE FÓSFORO

Pentóxido de difósforo;
Óxido de fósforo(V);
Pentaóxido de fósforo;
Pentóxido de fósforo;
Pentóxido de fósforo
UN1807

1314-56-3

10025873

OXICLORETO DE FÓSFORO

Oxitricloreto de fósforo;
Cloreto de fosforil
UN1810

10025-87-3

10026138

PENTACLORETO DE FÓSFORO

Cloreto fosfórico;
Percloreto de Fósforo
UN1806

10026-13-8

1314803

PENTASULFETO DE FÓSFORO

Sulfeto fosfórico;
Persulfeto de fósforo;
Fosfeto de enxofre;
Anidrido tiofosfórico
UN1340

1314-80-3

1314858

TRISULFETO DE TETRAFÓSFORO

1314-85-8

3982910

CLORETO TIOFOSFÓRIO

tricloreto fosforotióico;
Tricloreto fosforotiônico;
Sulfocloreto de fósforo;
tiocloreto de fósforo;
Tricloreto Tiofosfórico;
Tricloreto de Tiofosforil
UN1837

3982-91-0

1330785

FOSFATO DE TRICRESIL

Flexol plastificante TCP;
Ácido fosfórico, éster tritolílico;
óxido de tris(toliloxi)fosfina;
Fosfato de tritolil
UN2574

1330-78-5

78308

ORDENAÇÃO-o-CRESIL FOSFATO

o-Cresil fosfato;
Ácido fosfórico, tri-o-éster de tolilo;
TOCP;
TOFK;
o-fosfato de tolilo;
TOTP;
Fosfato de tricresilo;
Fosfato de triocresilo;
Fosfato de tri-2-metilfenil;
Tris(o-cresil) fosfato;
Tris(o-metilfenil) fosfato;
Tris(o-tolil)fosfato;
Tri-o-fosfato de tolilo;
Tri-2-tolil fosfato

78-30-8

78400

TRIETIL FOSFATO

Fosfato de etilo;
Ácido fosfórico, éster trietílico;
TEP

78-40-0

7320345

TETRAPOTASSIUM PIROFOSFATO

Ácido difosfórico, sal tetrapotássico;
pirofosfato de potássio;
Difosforato tetrapotássico;
TKPP

7320-34-5

7722885

PIROFOSFATO DE TETRASÓDIO

Pirofosfato tetrassódico anidro;
Fosfotex;
Pirofosfato;
Pirofosfato de sódio;
Difosfato tetrassódico;
Pirofosfato tetrassódico, anidro;
TSPP

7722-88-5

126727

TRIS (2,3-DIBROMOPROPIL) FOSFATO

fosfato de 2,3-dibromo1propanol;
(2,3-dibromopropil) fosfato;
Firol HB32;
NCI-C03270;
Ácido fosfórico, éster tris(2,3-dibromopropilo);
1-Propanol, 2,3-dibromo, fosfato (3:1);
Resíduo RCRA número U235;
TDBPP;
T23P;
Tris;
TrisBP;
Tris(dibromopropil)fosfato;
éster do ácido tris(2,3-dibromopropil) fosfórico;
Tris (retardador de chama);
USAF DO41;
Zetifex ZN

126-72-7

78422

TRIS(2-ETILHEXIL) FOSFATO

fosfato de 2-etil-1-hexanol;
1-hexanol, 2-etil-, fosfato;
Ácido fosfórico, éster tris(2-etil-hexil);
TOF;
Fosfato de trietil-hexilo;
fosfato de trioctil

78-42-2

512561

TRIMETIL FOSFATO

fosfato de metila;
NCI-C03781;
Ácido fosfórico, éster trimetílico;
TMP;
o, o, o-trimetil fosfato

512-56-1

126738

TRIBUTIL FOSFATO

Fosfato de butilo, tri;
Tbp;
fosfato de tributilo;
Fosfato de trinbutila

126-73-8

122521

TRIETIL FOSFITO

Ácido fosfórico, éster trietílico
UN2323

122-52-1

121459

FOSFITO DE TRIMETIL

Metil fosfito;
Trimetoxifosfina;
Ácido fosfórico, éster trimetílico
UN2329

121-45-9

115866

TRIFENIL FOSFATO

Celuflex TPP;
TPP

115-86-6

101020

TRIFENIL FOSFITO

101-02-0

603350

TRIFENILFOSFINA

603-35-0

 

Voltar

Página 4 de 122

" ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE: A OIT não se responsabiliza pelo conteúdo apresentado neste portal da Web em qualquer idioma que não seja o inglês, que é o idioma usado para a produção inicial e revisão por pares do conteúdo original. Algumas estatísticas não foram atualizadas desde a produção da 4ª edição da Enciclopédia (1998)."

Conteúdo

Referências de estabelecimentos e serviços de saúde

Abdo, R e H Chriske. 1990. HAV-Infektionsrisiken im Krankenhaus, Altenheim und Kindertagesstätten. No Arbeitsmedizin im Gesundheitsdienst, Banda 5, editado por F Hofmann e U Stössel. Estugarda: Gentner Verlag.

Acton, W. 1848. Sobre as vantagens do cauchu e da guta-percha na proteção da pele contra o contágio de venenos animais. Lanceta 12: 588.

Ahlin, J. 1992. Estudos de caso interdisciplinares em escritórios na Suécia. No Espaço Corporativo e Arquitetura. vol. 2. Paris: Ministére de l'équipment et du logement.

Akinori, H e O Hiroshi. 1985. Análise de fadiga e condições de saúde entre enfermeiras hospitalares. J Ciência do Trabalho 61: 517-578.

Allmeers, H, B Kirchner, H Huber, Z Chen, JW Walter e X Baur. 1996. O período de latência entre a exposição e os sintomas na alergia ao látex natural: Sugestões para prevenção. Dtsh Med Wochenschr 121 (25/26):823-828.

Alter, MJ. 1986. Suscetibilidade ao vírus varicela zoster entre adultos com alto risco de exposição. Epidemia Hosp de Controle de Infecção 7: 448-451.

—. 1993. A detecção, transmissão e resultado da infecção por hepatite C. Agentes de Infecção Dis 2: 155-166.

Alter, MJ, HS Margolis, K Krawczynski, FN Judson, A Mares, WJ Alexander, PY Hu, JK Miller, MA Gerber e RE Sampliner. 1992. A história natural da hepatite C adquirida na comunidade nos Estados Unidos. New Engl J Med 327: 1899-1905.

Conferência Americana de Higienistas Industriais Governamentais (ACGIH). 1991. Documentação dos Valores Limite e Índices de Exposição Biológica, 6ª edição. Cincinnati, OH: ACGIH.

—. 1994. TLVs: Valores Limite e Índices de Exposição Biológica para 1994-1995. Cincinnati, Ohio: ACGIH.

Associação Americana de Hospitais (AHA). 1992. Implementando Prática de Agulha Mais Segura. Chicago, IL: AHA.

Instituto Americano de Arquitetos. 1984. Determinando os Requisitos de Espaço Hospitalar. Washington, DC: Imprensa do Instituto Americano de Arquitetos.

Comitê de Arquitetura para a Saúde do Instituto Americano de Arquitetos. 1987. Diretrizes para Construção e Equipamentos de Instalações Hospitalares e Médicas. Washington, DC: American Institute of Acarchitects Press.

Sociedade Americana de Engenheiros de Aquecimento, Refrigeração e Ar Condicionado (ASHRAE). 1987. Estabelecimentos de saúde. No Manual da ASHRAE: Sistemas e aplicações de aquecimento, ventilação e ar condicionado. Atlanta, GA: ASHRAE.

Anon. 1996. Novos medicamentos para a infecção pelo HIV. Carta Médica de Medicamentos e Terapêutica 38: 37.

Axelsson, G, R Rylander e I Molin. 1989. Resultado da gravidez em relação a horários de trabalho irregulares e inconvenientes. Brit J Ind Med 46: 393-398.

Beatty, J SK Ahern e R Katz. 1977. Privação do sono e vigilância dos anestesiologistas durante cirurgia simulada. No vigilância, editado por RR Mackie. Nova York: Plenum Press.

Beck-Friis, B, P Strang e PO Sjöden. 1991. Estresse no trabalho e satisfação no trabalho em atendimento domiciliar hospitalar. Revista de Cuidados Paliativos 7 (3): 15-21.

Benenson, AS (ed.). 1990. Controle de Doenças Transmissíveis no Homem, 15ª edição. Washington, DC: Associação Americana de Saúde Pública.

Bertold, H, F Hofmann, M Michaelis, D Neumann-Haefelin, G Steinert e J Wölfle. 1994. Hepatitis C—Risiko für Beschäftigte im Gesundheitsdienst? No Arbeitsmedizin im Gesundheitsdienst, Banda 7, editado por F Hofmann, G Reschauer e U Stössel. Estugarda: Gentner Verlag.

Bertram, DA. 1988. Características dos turnos e atuação do residente do segundo ano em um pronto-socorro. Estado de NY J Med 88: 10-14.

Berufsgenossenschaft für Gesundheitsdienst und Wohlfahrtspflege (BGW). 1994. Geschäftsbericht.

Bissel, L e R Jones. 1975. Médicos deficientes ignorados pelos colegas. Apresentado na American Medical Associatio